sexta-feira, 16 de julho de 2010

In the end, I'm still all alone


Eu só queria que as pessoas me entendessem. Não se encaixar simplesmente não é legal. Ficar deslocada não é legal. Não ter pra quem ligar e afogar as mágoas não é legal. Saber que, por mais que existam pessoas que se importam, no fim você continua sozinha na luta não é legal. Ver aquele monte de gente ao seu redor e simplesmente não conseguir chorar e pedir abraço não é legal.

Acho que era só isso que eu queria - alguém que me abraçasse, alguém que passasse a mão no meu cabelo e me dissesse que ia ficar tudo bem. Mas eu nem consigo pedir para que as pessoas me consolem - eu sempre acho que estou sendo egocêntrica se faço isso. E aí eu desço baixo o bastante pra escrever um post de auto-piedade nesse blog, que as pessoas vão ler e se sentir mal por não terem percebido (e se isso te acontecer, não se sinta mal - a culpa é minha, sério. Minha, por ser covarde a ponto de ter medo de abrir meu coração pra quem eu amo).

E, na verdade, nem aqui eu consigo desabafar direito. Eu não consigo falar o que está me deixando assim, porque eu tenho que falar mesmo, sabe? Eu preciso chorar, preciso soluçar e preciso que alguém esteja ouvindo, só isso.

E dói ainda mais pensar que um dia eu já tive alguém que fizesse tudo isso - alguém pra quem eu ligava e ficava me ouvindo por horas a fio; alguém que só de olhar pra mim sabia se eu estava triste e ficava me enchendo o saco até eu começar a chorar e falar tudo alguém; alguém que sempre sabia o que dizer e o que faz pra eu me sentir melhor; alguém que efetivamente me entendia e me compreendia; alguém que, mesmo vendo tudo isso, ainda me achava forte porque eu conseguia esconder isso tudo do mundo.

E aí você junta tudo isso e, é, não é legal. Não é legal você se trancar no seu quarto e ficar soluçando e olhando pro seu celular - sem crédito - e não ter pra quem ligar (porque não quer ligar a cobrar nem encher o saco de ninguém com "baboseiras").



Eu me sinto perdida, nessas horas. Só isso. E eu só queria que alguém ouvisse tudo isso.

(E não lesse.)

3 comentários:

vickarasu disse...

Quando só se lê tem suas vantagens, ao menos não rola aquela interrupção MALA dos soluços. Quando eu choro e tento falar com alguém...vice...

"S-s-s*soluço*se*soluço*u....Seu filho da*doluço*da p..

Não se assuste, parece que hoje em dia todos sofremos do mesmo mal, por motivos semelhantes mas diferentes (? - alookah). Mas sabe...só fazendo muita cagada na vida pra ela de fato dar errado, então tenho uma certezinha que vai dar tudo certo.

Ou não.

E como eu prefiro:

Ou foda-se XD

Foda-se é uma palavra muito boa pra se livrar dos dementadores da vida (as shits que acontecem, as pessoas malas, as indeciz/s/x/ç/ões). Ganha até de spectrum patrono ;)

Achei seu blog pelo google analytics (sou ninja! há!) e it's kinda cute =D Obrigada por seguir o meu! (L) Curte yaoi? *olhinhos brilhantes*

bessos!

Átropos disse...

Eu nem sei o que dizer, Nanne. Mas, olha, sempre que precisar, conta comigo. E você, mais do que ninguém, pode me ligar a cobrar quando quiser, não interessa a razão. Porque eu também ando precisando de um ombro e sei como é a dor. Então, respira fundo, porque você é uma das pessoas mais fortes que eu conheço, mas não é por isso que você vai aguentar sozinha, garota. Eu não vou deixar.

Win Win disse...

AAAAAAAAAH. Tô igualzinha agora, mano. e_e' Ai, dá tanta vontade de obrigar a te escutar.

Uma vez li em um poema, que os amigos são para escutar os nossos problemas e dizerem que eles são os maiores do mundo. Engraçado, né? Quando eu 'tou mega mal, sempre quero ouvir alguém me dizendo: "Ai Wiiin, que triiiste D:"

Espero que melhore, moça bonita. =)

Seus posts são ewig lindos.

Postar um comentário