domingo, 29 de agosto de 2010

You be the anchor that keeps my feet on the ground

... I be the wings that keep your head in the clouds.



Chrome pensa que nunca viu nada tão bonito, tão sedutor, tão errado e tão certo quanto Mukuro. Seu cabelo negro e liso era macio ao toque; seus olhos, cada um de uma cor, lhe conferem um ar exótico; seu sorriso era capaz de fazer derreter qualquer garota; sua voz é igualmente sedutora - e nela não há nada de angelical ou musical, mas ainda assim é encantadora; sua pele é macia e seu toque é gentil, enquanto ele passa os dedos por seu rosto e afasta alguns fios de cabelo de seus olhos; e suas palavras são doces e gentis - suas palavras são aquelas que Chrome sempre quis ouvir de alguém.

Aquilo é real para ela. Estar com ele é real. Mas ao mesmo tempo não é. Porque ele só está ali em seus pensamentos, em seus sonhos, em seu coração. E ela gostaria que aquilo fosse o bastante, mas não é. Ela quer vê-lo de verdade, ela quer tocá-lo de verdade, ela quer ouvi-lo de verdade, ela quer abraçá-lo de verdade, ela quer senti-lo de verdade.

(Seu maior medo é de que tudo seja realmente uma mentira.)












[N/A Surto criativo repentino. Desenvolvo? (Y/N)]

1 comentários:

Saki Lorinaitis disse...

Falo nada dessa N/A, oks. Só porque você sou eu e q

E... Desenvolva (Y)

Postar um comentário